Blog

o que é a psicomotricidade?

psicomotricidade
Saúde e bem estar

o que é a psicomotricidade?

Estudos sobre a cognição: o que é a psicomotricidade?

Entenda o que é, quando é indicada e como é feita a psicomotricidade

Basicamente, a psicomotricidade tem como objetivo viabilizar o desenvolvimento afetivo e cognitivo por meio de movimentos integrados, e é indicada para pessoas de todas as faixas etárias.

Inclusive, alguns estudos já constataram que, no caso dos adultos, andar de moto, por exemplo, melhora consideravelmente a parte cognitiva do cérebro — sobretudo naquilo que está ligado à memória e à razão espacial (capacidade de pensar tridimensionalmente).

Além disso, a psicomotricidade também atua como ferramenta no tratamento de distúrbios, como síndrome de Rett, paralisia cerebral, esquizofrenia, atrasos no desenvolvimento, dificuldade de aprendizagem, deficiências físicas, entre outros.

Neste artigo, vamos mostrar como funciona esse campo de estudo, para que serve, como é feito e quando a psicomotricidade é indicada. Acompanhe a leitura!

Para que serve a psicomotricidade?

Como mencionamos, o grande objetivo da psicomotricidade é melhorar os movimentos corporais, a noção de espaço, a coordenação motora e o equilíbrio. E tudo isso pode ser alcançado por meio de brincadeiras simples, como jogar bola, correr, brincar de boneca etc.

Isso porque o terapeuta psicomotricista — que pode ser tanto um terapeuta ocupacional quanto um fisioterapeuta — usa as brincadeiras para avaliar o funcionamento emocional e motor dos indivíduos.

E, após isso, propõe atividades apropriadas para corrigir alterações físicas, mentais ou emocionais, de acordo com a necessidade de cada um.

Quando ela é indicada?

A psicomotricidade é indicada em algumas situações. Entre as mais comuns, podemos destacar:

  • hiperatividade;
  • problemas posturais;
  • agressividade;
  • dificuldade de aprendizagem;
  • dificuldades motoras (dispraxia);
  • esquizofrenia;
  • síndrome de Rett;
  • paralisia cerebral;
  • alteração no desenvolvimento.

Como a psicomotricidade é feita?

Existem alguns elementos na psicomotricidade que devem ser trabalhados, como lateralidade, equilíbrio corporal, motricidade fina, noção do próprio corpo, controle da respiração, entre outros.

Alguns exemplos de atividades de psicomotricidade que envolvem o trabalho desses elementos são exercícios que, em forma de brincadeira, podem ser feitos sozinho ou em grupo, havendo benefícios nas duas formas. Confira abaixo alguns exemplos.

Para melhorar a lateralidade nos três níveis (mão, olho e pé)

  • Saltar elástico;
  • Brincar de vivo ou morto;
  • Brincar de pega-pega;
  • Pular corda;
  • Brincar de estrelinha;
  • Dar cambalhotas;
  • Brincar de queimada (usando apenas uma das mãos);
  • Pular amarelinha;
  • Brincar de cobra-cega;
  • Escravos de Jó;
  • Pista com obstáculos.

Para melhorar o equilíbrio corporal

  • Caminhar sobre uma corda esticada no chão;
  • Brincar de pular em um pé só (saci-pererê);
  • Andar em um labirinto até encontrar a saída;
  • Dança da cadeira.

Para melhorar a motricidade fina (maneira como usamos braços, mãos e dedos)

  • Colocar caixas menores dentro de maiores;
  • Brincar de jogos de encaixe;
  • Empilhar e desempilhar itens;
  • Tampar e destampar objetos;
  • Brincar com massinha de modelar;
  • Brincar de contar feijões;
  • Brincar de maquiagem.

Para melhorar a noção do próprio corpo

  • Pintar as mãos com tinta guache e carimbar no papel;
  • Fazer desenhos de bonecos com materiais, como caixas ou cartolinas;
  • Pintar algumas partes do corpo com tinta guache;
  • Imitar sons de animais;
  • Dançar em frente ao espelho;
  • Subir e descer rampas;
  • Fazer coreografias com músicas que envolvam as partes do corpo;
  • Brincar de estátua.

Para melhorar a respiração

  • Assoprar velas de aniversário;
  • Brincadeiras de soprar (corrida do sopro de copos, corrida de bolinhas com sopro);
  • Encher balões de festa;
  • Fazer bolinhas de sabão.
A importância da psicomotricidade

O papel das atividades lúdicas no desenvolvimento infantil é imenso, afinal, elas ensinam e apresentam às crianças uma série de competências que cooperam para a autonomia.

Dessa forma, quanto mais estímulos como esses as crianças tiverem, melhor será o rendimento. Por esse motivo, é importante que os pais ou responsáveis se dediquem e realizem ao menos algumas dessas brincadeiras com os pequenos o quanto antes.

Texto publicado em parceria com Brasil EAD.

Deixe o seu pensamento aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Select the fields to be shown. Others will be hidden. Drag and drop to rearrange the order.
  • Image
  • SKU
  • Rating
  • Price
  • Stock
  • Availability
  • Add to cart
  • Description
  • Content
  • Weight
  • Dimensions
  • Additional information
  • Attributes
  • Custom attributes
  • Custom fields
Click outside to hide the compare bar
Compare
Compare ×
Let's Compare! Continue shopping